Nota de falecimento: Professor Leôncio Martins Rodrigues

Nota de falecimento:  Professor Leôncio Martins Rodrigues

Leôncio Martins Rodrigues
 
Morreu na madrugada de 3 de maio de 2021 o Professor Leôncio Martins Rodrigues, importante cientista social brasileiro, com lugar de destaque nos campos de sociologia do trabalho e de ciência política. Martins Rodrigues, cuja obra foi objeto de intensa análise, em seminário em 2012 na Universidade de São Paulo, onde foi professor, deixa uma marca importante.
O Centro de Estudos de Cultura Contemporânea (CEDEC), do qual fez parte durante 40 anos, como pesquisador, como dirigente, como integrante de seu conselho até a sua morte, lhe deve gratidão. De fato, Leôncio, como ele mesmo costumava dizer, participou como construtor de inúmeras instituições, sem exclusivismos ou particularismos. Teve importante papel no CEBRAP, na ANPOCS, na ABCP, permanecendo ativo, até que as forças físicas o permitiram, em congressos e conferências. É significativa a relação entre seu trabalho como pesquisador com a militância política que teve antes de 1964.

Deve-se destacar sua dedicação à formação dos jovens pesquisadores. Por isso continuou em sala de aula até se aposentar na USP, depois na UNICAMP.
Discípulo de Florestan Fernandes, depois trabalhou com Ruth Cardoso e Fernando Henrique Cardoso. Martins Rodrigues tinha características intelectuais significativas e destacadas. Rigoroso na pesquisa sobre o sindicalismo, já nos anos 1990 sinalizava o seu enfraquecimento por razões estruturais, sem deixar de ser uma referência para os próprios sindicalistas e jovens sociólogos. Leôncio sempre foi um exemplo de irreverência, demonstrando assim sua capacidade de análise autônoma, e, segundo ele, realista. Alguns de seus livros, Industrialização e atitudes operárias, 1970, inserem-se com certeza nos clássicos da sociologia do trabalho, bem como suas pesquisas nos últimos vinte anos que resultaram também em livros e dirigiram-se à compreensão da estratificação da elite política, como lemos em Mudanças na Classe Política Brasileira, 2006.  
O CEDEC junta-se aos cientistas sociais brasileiros para homenagear Leôncio Martins Rodrigues e solidariza-se com Maria Tereza Sadek sua companheira e seus filhos Luciana e Daniel.

Nota eleborada por Tullo Vigevani e Iram Rodrigues

@ 2021 Cedec - Centro de Estudos de Cultura Contemporânea. Todos os direitos reservados