Pesquisas

O IMPACTO INSTITUCIONAL DA IMPLANTAÇÃO DE UMA POLÍTICA DE FUNDOS ESTRUTURAIS NO MERCOSUL: uma análise a partir dos governos não-centrais

Palavra Chave

Fundos Estruturais – Governos Subnacionais – Integração Regional – Mercosul

Equipe

Gustavo Rosolen Tessari (bolsista MS-1)

Instituições Financiadoras

FAPESP (Processo 06/05500-8)

Instituições Colaboradoras

PUC-SP, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, San Tiago Dantas, da Unesp/Unicamp/PUC-SP, FGV-SP

Período de Vigência

10/2007-02/2009

Resumo

Tendo como referência histórica a experiência da União Europeia, onde políticas compensatórias baseadas em Fundos Estruturais e de Convergência tiveram e ainda têm um papel fundamental no aprofundamento da integração, a pesquisa procura compreender como políticas dessa natureza podem se apresentar como uma necessidade no atual estágio da integração no Cone Sul. Essas políticas são analisadas a partir da perspectiva das unidades governamentais não-centrais (estados, municípios, províncias etc.), que no caso europeu desempenharam papel importante na distribuição desses Fundos provenientes da esfera da integração (Bolsa concedida no âmbito do projeto temático “Gestão pública e inserção internacional das cidades”).

Trabalhos Produzidos

TESSARI, Gustavo Rosolen; MARIANO, Karina L. Pasquariello (orient). O impacto institucional da implantação de uma política de fundos estruturais no Mercosul: uma análise a partir dos governos não-centrais. Araraquara: Unesp, jul. 2008, 50p. (Relatório parcial) (D)

 

TESSARI, Gustavo Rosolen; MARIANO, Karina L. Pasquariello (orient). O impacto institucional da implantação de uma política de fundos estruturais no Mercosul: uma análise a partir dos governos não-centrais. Araraquara: Unesp, mar. 2009, 105p. (Relatório final) (D)

@ 2017 Cedec - Centro de Estudos de Cultura Contemporânea. Todos os direitos reservados