Pesquisas

REESTRUTURAÇÃO ECONÔMICA MUNDIAL E REFORMAS LIBERALIZANTES NOS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO

Palavra Chave

Reestruturação Econômica - Reformas Econômicas - Sistema Financeiro Internacional - Organismos Internacionais - Globalização - Liberalismo - Economia Internacional - Política Externa - Estados Unidos

Equipe

Equipe 1ª fase: Eduardo Kugelmas, Marcelo Fernandes de Oliveira, Marcelo Passini Mariano, Reginaldo Carmello Correa de Moraes, Tullo Vigevani Equipe 2ª fase: Eduardo Kugelmas, Reginaldo Moraes, Tullo Vigevani (pesquisador principal até 12/2004) (pesquisa

Instituições Financiadoras

FAPESP – Projeto Temático (Processo 1999/09639-5 – 1ª fase; Processo 2003/05008-8 – 2ª fase)

Instituições Colaboradoras

Cedec

Período de Vigência

11/2001-10/2002 (1ª fase); 08/2003-07/2006 (2ª fase) (prorrog. p/03/2007)

Resumo

A pesquisa visou estudar as transformações que vêm ocorrendo nos sistemas econômicos internacional e nacionais. Com esse objetivo, buscou-se analisar: 1) as razões da adesão quase universal à retórica do liberalismo econômico; 2) as diferenças entre os casos nacionais; 3) de que forma tais mudanças se relacionam com as transformações políticas vividas pelos países considerados; 4) os principais pontos de tensão, as tendências dominantes e os cenários mais previsíveis para cada país. Assim, foram estudados o sistema financeiro internacional, os organismos internacionais – particularmente o GATT e a OMC –, a política econômica externa dos Estados Unidos, os conflitos de princípios e as reformas econômicas.
Relatórios de pesquisa: 

VELASCO E CRUZ, Sebastião Carlos (coord.). Reestruturação econômica mundial e reformas liberalizantes nos países em desenvolvimento. São Paulo: Unicamp/Cedec, out. 2002, 183p. (vol. 1) e Textos elaborados no período (vol. 2) (Relatório de pesquisa – 1ª fase) (D)

 

VELASCO E CRUZ, Sebastião Carlos (coord.). Reestruturação econômica mundial e reformas liberalizantes nos países em desenvolvimento. São Paulo: Unicamp/Cedec, ago. 2004, 257p. (vol. 1) e 225p. (vol. 2) e Anexo (1° Relatório Científico – 2ª fase) (D)

 

VELASCO E CRUZ, Sebastião Carlos (coord.). Reestruturação econômica mundial e reformas liberalizantes nos países em desenvolvimento. São Paulo: Unicamp/Cedec, ago. 2005, 196p. (vol. 1) e 403p. (vol. 2) (2° Relatório Científico – 2ª fase) (D)

 

VELASCO E CRUZ, Sebastião Carlos (coord.). Reestruturação econômica mundial e reformas liberalizantes nos países em desenvolvimento. São Paulo: Unicamp/Cedec, mar. 2007 (4 vols., cf. abaixo, e Anexos) (Relatório final – 2ª fase) (D)

 

• Apresentação

 

• Vol. 1: VELASCO E CRUZ, Sebastião Carlos. Trajetórias. Reestruturação mundial e reformas nos países da periferia, 435p.

 

• Vol. 2: VIGEVANI, Tullo (coord. de eixo); CEPALUNI, Gabriel; MENDONÇA, Filipe Almeida; OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de; LIMA, Thiago. Estados Unidos: política comercial (USTR) , 389p.

 

• Vol. 3: NOVELLI, José Marcos Nayme. Inflação e estabilização monetária no Brasil: uma análise sociopolítica comparada, 214p.

 

• Vol. 4: MORAES, Reginaldo C.; CASTRO, Luiza Carnicero de; LAMBERT, Rodrigo Obici; SILVA, Edna Aparecida da; SANTOS NETO, Olegário Franco dos; FERNANDEZ, Karen. Desenvolvimento. Ideias, regulação internacional e políticas, 270p.

 

• ANEXOS:

 

• Anexo 1 - A Aliança para o Progresso e as Relações Brasil-Estados Unidos (Tese de doutorado de Ricardo Alaggio Ribeiro)

 

• Anexo 2 - A Rodada Uruguai do GATT (1986-1994) e a política externa brasileira: acordos assimétricos, coerção e coalizões (Dissertação de mestrado de Feliciano de Sá Guimarães)

 

• Anexo 3 - Liberalização econômica e acordos comerciais internacionais: o Brasil nas negociações do setor de serviços financeiros (Dissertação de mestrado de Neusa Maria Pereira Bojikian)

 

• Anexo 4 - Acompanhamento da Rodada Doha: 2005 e 2006 (Filipe Almeida Mendonça e Thiago Lima)

 

Trabalhos Produzidos

BOJIKIAN, Neusa Maria Pereira. Acordos comerciais internacionais: o Brasil nas negociações do setor de serviços financeiros. São Paulo: Editora Unesp, 2009, 273p. (Coleção Estudos Internacionais) (ISBN 978-85-7139-988-4)

CARLINO, Alicia Mónica; STUART, Ana Maria. “Um enfoque multidimensional dos vinte anos de democracia na Argentina”. In: DUPAS, Gilberto (coord.). América Latina no início do século XXI. Perspectivas econômicas, sociais e políticas. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer/São Paulo: Editora Unesp, 2005, pp. 97-131 (ISBN 85-7504-082-0, Konrad; ISBN 85-7139-596-9, Unesp) (D)

CASTRO, Luiza Carnicero de. “O desenvolvimento guiado por um elemento estrangeiro – As relações entre o Banco Mundial e os países periféricos”. In: SERAINE, Ana Beatriz Martins dos Santos; SANTOS JUNIOR, Raimundo Batista dos; Miyamoto, Shiguenoli (orgs.). Estado, desenvolvimento e políticas públicas. Ijuí: Editora Unijuí, 2008, pp. 363-406 (ISBN 978-85-7429-689-0)

CEPALUNI, Gabriel. Regime de patentes. Brasil x Estados Unidos no tabuleiro internacional. São Paulo: Aduaneiras, 2006, 154p. (ISBN 85-8736-447-2) (D) Versão em PDF

CINTRA, Rodrigo; MEIRA, Frederico Arana. “O sistema de solução de controvérsias na OMC”. In: CARVALHO, Leonardo Arquimimo de; HAGE, José Alexandre Altahyde (orgs.). OMC: estudos introdutórios. São Paulo: IOB Thomson, 2005, pp. 177-192 (ISBN 85-7647-086-1) (D)

COSTA, Karen Fernandez. “BNDES: atuação, papel e ideário no período 1995-2002 e no governo Lula”. Anais do 3º Congresso Latino-Americano de Ciência Política, 2006, 20p. (CD-Rom) (D)

COSTA, Karen Fernandez. “BNDES: atuação, papel e ideário nos governos Fernando Henrique e Lula”. Anais do 30º Encontro Anual da Anpocs, 2006, 24p. (CD-Rom) (D)

GUIMARÃES, Feliciano de Sá. “Agricultura versus indústria na política de comércio exterior do Brasil”.Revista Autor, ano IV, n° 39, set. 2004 (D)

GUIMARÃES, Feliciano de Sá. “Da Guerra Fria ao culturalismo: mudanças de paradigmas nas relações internacionais”. Revista Autor, ano IV, n° 37, jul. 2004 (D)

GUIMARÃES, Feliciano de Sá. “O fim da Organização Internacional do Comércio e o Legislativo: ensinamentos de Willian Diebold a respeito da relação entre Executivo e Legislativo americano em questões internacionais”. Revista Autor, ano IV, n° 36, jun. 2004 (Ensaios) (D)

GUIMARÃES, Feliciano de Sá. “O sistema de votação por consenso da OMC”. Revista Autor, ano IV, n° 40, out. 2004 (D)

GUIMARÃES, Feliciano de Sá. “A votação por consenso da OMC”. Revista Autor, ano V, n° 45, mar. 2005 (D)

KUGELMAS, Eduardo; SOLA, Lourdes. “La construcción del federalismo democrático en Brasil”. Revista de Economía (Madri), 2003, pp. 105-122

KUGELMAS, Eduardo. “A ‘Doutrina Bush’: da contenção à preempção”. In: VELASCO E CRUZ, Sebastião Carlos (org.). Reestruturação econômica mundial e reformas liberalizantes nos países em desenvolvimento. Campinas: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, 2004, pp. 215-220 (Cadernos do IFCH, n° 30) (D)

LEME, Alessandro André. “Globalização e reformas liberalizantes: contradições na reestruturação do setor elétrico brasileiro nos anos 90”. Revista Sociologia e Política (Curitiba), nº 25, 2006, pp. 165-186 (D)

LEME, Alessandro André. “Privatização e energia elétrica”. Campinas: IFCH/Unicamp, 2006, pp. 1-46 (Primeira Versão, nº 135) (D)

LIMA, Thiago. As relações entre Executivo, Legislativo e grupos de interesse norte-americanos no contencioso do algodão. São Paulo: Cedec, jul. 2005, 83p. (Cadernos Cedec, n° 73) (ISSN 0101-7780)(D) Versão em PDF

LIMA, Thiago. “Comércio internacional e a disputa por corações e mentes”. Meridiano 47, n° 67, 2006, pp. 19-20 (D) Versão em PDF

LIMA, Thiago. “O contencioso do algodão: cenários para mudança na política de subsídios dos EUA”. RBPI – Revista Brasileira de Política Internacional, ano 49, n° 1, jan./jun. 2006, pp. 139-158 (ISSN 0034-7329)(D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “A Conferência de Hong Kong da Rodada Doha”. Revista Autor,Revista Autor, ano VII, 2006 (Especial Rodada Doha/OMC) (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “A opção brasileira pela solução política – parte I”. Revista Autor, ano VII, 2006 (Especial Rodada Doha/OMC) (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “A opção brasileira pela solução política – parte II”. Revista Autor, ano VII, 2006 (Especial Rodada Doha/OMC) (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “A prorrogação do deadline de abril e a ascensão do pessimismo nas negociações - parte I”. Revista Autor, ano VII, 2006 (Especial Rodada Doha/OMC) (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “A prorrogação do deadline de abril e a ascensão do pessimismo nas negociações - parte II”. Revista Autor, ano VII, 2006 (Especial Rodada Doha/OMC) (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “Baixas expectativas para a reunião ministerial de 29 junho a 3 de julho”. Revista Autor , ano VII, n° 61, 2006 (Especial Rodada Doha/OMC) (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “Incerteza: a reunião de 30 de abril e Schawb no USTR”. Revista Autor, ano VII, 2006 (Especial Rodada Doha/OMC) (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “Rodada Doha suspensa: inflexibilidade e inação”. Revista Autor, ano VII, n° 62, 2006 (Especial Rodada Doha/OMC) (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “Rodada Doha: lamentação e avaliação do impasse”. Revista Autor, ano VII, nº 63, set. 2006 (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida. “Segurança de Waltz e a política econômica de Gilpin: o neo-realismo em questão”. Revista Autor, ano VI, n° 57, mar. 2006 (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago. “Sinais cruzados de otimismo e pessimismo na Rodada Doha”.Revista Autor, ano VII, 2006 (Especial Rodada Doha/OMC) (D)

MENDONÇA, Filipe Almeida; LIMA, Thiago; NOGARE NETO, João Dale. Acompanhamento da Rodada Doha 2005 e 2006. São Paulo: Unicamp/Cedec, mar. 2007, 212p. (D) Versão em PDF

MINELLA, Ary César. “Bancos e banqueiros no Brasil: uma análise sociopolítica”. I CISEF - I Congresso Internacional de Sociologia Econômica e das Finanças, São Carlos, 2006 (D)

MINELLA, Ary César. “Bancos privados no século XXI: perfil socioeconômico e político”. Anais do 3º Congresso Latino-Americano de Ciência Política. Democracia e Desigualdades. Campinas: Unicamp/Alacip - Asociación Latinoamericana de Ciencia Política, 2006 (CD-Rom) (D)

MINELLA, Ary César. “Grupos financeiros no Brasil: um perfil econômico e sociopolítico dos maiores credores privados”. Anais do V Workshop Empresa, Empresários e Sociedade. O mundo empresarial e a questão social, Porto Alegre, 2006, 31p.(http://www.fee.rs.gov.br/5workshop/) (D) Versão em PDF

MORAES, Reginaldo. “Estado, mercado e outras instituições reguladoras do comportamento coletivo”. Lua Nova, n° 58, 2003, pp. 121-140 (ISSN 0102-6445) (D) Versão em PDF

MORAES, Reginaldo. “Globalização e políticas públicas: vida, paixão e morte do Estado nacional?”. Educação & Sociedade, vol. 25, nº 87, maio/ago. 2004, pp. 309-333 (ISSN 0101-7330) (D). Disponível em http://www.cedes.unicamp.br

MORAES, Reginaldo. “International Free Trade: as palavras e as coisas”. In: VELASCO E CRUZ, Sebastião Carlos (org.). Reestruturação econômica mundial e reformas liberalizantes nos países em desenvolvimento. Campinas: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, 2004, pp. 185-214 (Cadernos do IFCH, n° 30) (D)

MORAES, Reginaldo. Nota sobre a economia do desenvolvimento nos “vinte e cinco gloriosos” do pós-guerra. São Paulo: Cedec, ago. 2005, 58p. (Cadernos Cedec, n° 76) (ISSN 0101-7780) (D) Versão em PDF

MORAES, Reginaldo. “Atualidade do pensamento da Cepal no novo milênio”. Cadernos da FESPSP, vol. 2, 2006, pp. 20-38

MORAES, Reginaldo. “Economia política internacional: espaço do humano e espaço do reflexivo”. In: OLIVEIRA, Odete Maria de (org.). Configuração dos humanismos e relações internacionais. Ijuí: Editora Unijuí, 2006, pp. 629-663 (D)

MORAES, Reginaldo. Estado, desenvolvimento e globalização. São Paulo: Editora Unesp, 2006, 192p. (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “11 de setembro: ruptura ou continuidade nas relações internacionais?”.Revista Autor, ano II, n° 15, set. 2002 (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “O aprofundamento do unilateralismo na política externa dos Estados Unidos pós-11 de setembro”. Revista Autor, ano II, n° 13, jul. 2002 (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “O papel dos atores domésticos na política internacional”. Revista Autor, ano II, n° 13, jul. 2002 (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. "O sistema internacional contemporâneo: a globalização financeira”.Revista Autor, ano III, n° 28, out. 2003 (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. "O sistema internacional contemporâneo: o neoliberalismo”. Revista Autor, ano III, n° 27, set. 2003 (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “Breve ensaio sobre a política externa brasileira”. Revista Autor, ano III, n° 24, jun. 2003 (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “O sistema internacional no alvorecer do século XXI”. Revista Autor, ano III, n° 26, ago. 2003 (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “Atores políticos e grupos de interesses no Mercosul”. In: GOMES, Eduardo Biacchi; REIS, Tarcísio Hardman (orgs). Globalização e o comércio internacional no direito da integração. São Paulo: Aduaneiras, 2005, pp. 107-135 (ISBN 85-7129-449-6) (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “Democracia, multilateralismo e o Brasil na OMC”. In: CARVALHO, Leonardo Arquimimo de; HAGE, José Alexandre Altahyde (orgs.). OMC: estudos introdutórios. São Paulo: IOB Thomson, 2005, pp. 93-112 (ISBN 85-7647-086-1) (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “Teoria da política e das relações internacionais: atores e agendas”. São Paulo: Unibero, set. 2005, pp. 111-128 (Cadernos Unibero de Produção Científica, n° 2) (ISSN 1676-319X) (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “Brésil: marriage de raison”. Alternatives Internationales, vol. 32, 2006, pp. 37-40

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “Estratégias internacionais e diálogo Sul-Sul no governo Lula: alianças duradouras ou coalizões efêmeras?”. In: OLIVEIRA, Fábio Villares (org.). Índia, Brasil e África do Sul: perspectivas e alianças. São Paulo: Editora Unesp, 2006

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “O contencioso Brasil x Estados Unidos sobre patentes farmacêuticas na OMC”. Carta Internacional, vol. 1, 2006, pp. 41-51

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “Política externa e elites econômicas no Brasil contemporâneo”. IV Simpósio dos Pós-Graduandos em Ciência Política da USP, 2006 (D)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “Multilateralismo, democracia e política externa no Brasil: contenciosos das patentes e do algodão na OMC”. Contexto Internacional, vol. 29, nº 1, jan./jun. 2007, pp. 7-38 (ISSN 0102-8529)

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de; MORENO, F. V. “Negociações comerciais internacionais e democracia: o contencioso Brasil x EUA das patentes farmacêuticas na OMC”. Dados, vol. 50, nº 1, 2007, pp. 1-30 (ISSN 0011-5258)

SALLUM Jr., Brasilio; KUGELMAS, Eduardo. “Gobierno de Lula. Continuidad, avance o retroceso?”. In: CHACHO, Carlos (comp.). La Argentina de Kirchner y el Brasil de Lula. Buenos Aires: CEPES/Cedec/Prometeo Libros, 2003, pp. 19-35 (D) Versão em PDF

SANTOS NETO, Olegário Franco dos. “O novo investimento em energia: avaliação pela arbitragem do ICSID”. Anais do 3º Congresso Latino-Americano de Ciência Política. Democracia e Desigualdades. Campinas: Unicamp/Alacip, 2006 (CD-Rom) (D)

SILVA, Edna Aparecida da. “O investimento nas negociações comerciais: entre estratégias e princípios”. São Paulo: Anpocs, 2006. Disponível em CD-Rom (ISBN 85-85408-41-3) (D)

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. “Opções estratégicas. O papel do Brasil no sistema internacional”. Lua Nova, n° 53, 2001, pp. 135-157 (ISSN 0102-6445) (D) Versão em PDF

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. Democracia e ordem internacional: reflexões a partir de um país grande semiperiférico. Campinas: IFCH/Unicamp, mar. 2002, 57p. (Primeira Versão, nº 103) (D)

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. Organizações internacionais e reformas neoliberais: reflexões a partir do tema da propriedade intelectual. Campinas: IFCH/Unicamp, ago. 2002, 28p. (Primeira Versão, nº 108)(D)

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. Teoria e História. Notas críticas sobre o tema da mudança institucional em Douglas North. Campinas: IFCH/Unicamp, jul. 2002, 28p. (Primeira Versão, nº 107) (D)

VELASCO E CRUZ, Sebastião C.; STUART, Ana Maria. “Cambiando el rumbo: la política exterior del gobierno de Lula”. In: CHACHO, Carlos (comp.). La Argentina de Kirchner y el Brasil de Lula. Buenos Aires: CEPES/Cedec/Prometeo Libros, 2003, pp. 117-132 (D) Versão em PDF

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. “Entre normas e fatos: desafios e dilemas da ordem internacional”. Lua Nova, n° 58, 2003, pp. 169-191 (ISSN 0102-6445) (D) Versão em PDF

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. Globalização, democracia e ordem internacional. Ensaios de teoria e história. Campinas: Editora da Unicamp/São Paulo: Editora Unesp, 2004, 296p.

VELASCO E CRUZ, Sebastião C.; SENNES, Ricardo; BARBOSA, Alexandre. O Brasil no sistema internacional.Uma análise retrospectiva. São Paulo: IEA/USP, “Projeto Brasil 3 Tempos: 2007, 2015 e 2022”, out. 2004, 87p. (Documentos de Pesquisa) (D)

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. “Estado e mercado: a OMC e a constituição (incerta) de uma ordem econômica global". Revista Brasileira de Ciências Sociais, vol. 20, n° 57, fev. 2005, pp. 83-108 (ISSN 0102-6909) (D)

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. “Reformas econômicas na Índia: discurso e processo”. In: Economia Política Internacional: Análise Estratégica, Campinas: Centro de Estudos de Relações Internacionais (CERI) do Instituto de Economia da Unicamp, n° 7, out./dez. 2005, pp. 32-43. Disponível em www.eco.unicamp.br/asp-scripts/boletim_ceri/boletim/boletim7/04_India.pdf) (D); também publicado em SERAINE, Ana Beatriz Martins dos Santos; SANTOS JUNIOR, Raimundo Batista; MIYAMOTO, Shiguenoli (orgs.). Estado, desenvolvimento e políticas públicas. Ijuí: Editora Unijuí/Teresina: Ed. Universitária da UFPI, 2008, pp. 25-48 (ISBN 978-85-7429-689-0) Versão em PDF

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. Comércio internacional em um mundo partido: o regime do GATT e os países em desenvolvimento. São Paulo: Cedec, ago. 2005, 37p. (Cadernos Cedec, n° 77) (ISSN 0101-7780) (D)Versão em PDF

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. Reformas econômicas em perspectiva comparada: o caso indiano. São Paulo: Cedec, set. 2005, 71p. (Cadernos Cedec, n° 78) (ISSN 0101-7780) (D) Versão em PDF

VELASCO E CRUZ, Sebastião C.; SENNES, Ricardo. “O Brasil no mundo: conjecturas e cenários”. Estudos Avançados, 20 (56), 2006, pp. 2942 (D) Versão em PDF

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. Trajetórias: capitalismo neoliberal e reformas econômicas nos países da periferia. São Paulo: Editora Unesp: Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, San Tiago Dantas, da Unesp, Unicamp e PUC-SP, 2007, 452p. (ISBN 978-85-7139-784-2) (D)

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. “Gigante precavido: reflexões sobre as estratégias de desenvolvimento e a política externa do estado indiano”. Textos Acadêmicos. III Conferência Nacional de Política Externa e Política Internacional “O Brasil no mundo que vem aí” – III CNPEPI. Conferência Índia. Rio de Janeiro: Fundação Alexandre de Gusmão, Palácio Itamaraty, 28/08/2008. (Disponível emhttp://www.funag.gov.br/eventos/conferencia/conferencia-sobre-india/conferencia-india-1Versão em PDF

VELASCO E CRUZ, Sebastião C. (org.). Reestruturação econômica mundial e reformas liberalizantes nos países em desenvolvimento. Campinas: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, 2004, 220p. (Cadernos do IFCH, n° 30) (D)

VIGEVANI, Tullo. “Globalización y seguridad internacional: la posición de Brasil”. In: OBANDO, Enrique; NAMIHAS, Sandra (eds.). Análisis y perspectivas de la seguridad en América del Sur. Lima: IDEPE/IDEI, 2002, pp. 65-82 (D)

VIGEVANI, Tullo. “Motivaciones de la percepción brasileña acerca del Área de Libre Comercio de las Américas (ALCA)". In: CHACHO, Carlos (comp.). La Argentina de Kirchner y el Brasil de Lula. Buenos Aires: CEPES/Cedec/Prometeo Libros, 2003, pp. 157-174 (D) Versão em PDF

VIGEVANI, Tullo; OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de; MARIANO, Marcelo Passini. “Origens dos instrumentos de formulação da política comercial norte-americana”. Revista de Sociologia e Política (Curitiba), n° 20, jun. 2003, pp. 43-54 (ISSN 0104-4478) (D)

VIGEVANI, Tullo; MARIANO, Marcelo Passini; OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “Estados Unidos: política comercial e órgãos de execução”. In: VELASCO E CRUZ, Sebastião C. (org.). Reestruturação econômica mundial e reformas liberalizantes nos países em desenvolvimento. Campinas: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, 2004, pp. 149-183 (Cadernos do IFCH, n° 30) (D)

VIGEVANI, Tullo; OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. “América Latina: vulnerabilidade social e instabilidade democrática”. In: DUPAS, Gilberto (coord.). América Latina no início do século XXI. Perspectivas econômicas, sociais e políticas. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer/São Paulo: Fundação Editora da Unesp, 2005, pp. 193-253 (ISBN 85-7504-082-0, Konrad; 85-7139-596-9, Unesp) (D); versão em espanhol: “América Latina: vulnerabilidad social e instabilidad democrática”. In: DUPAS, Gilberto (coord.).América Latina a comienzos del siglo XXI. Perspectivas económicas, sociales y políticas. Rosario: Homo Sapiens Ediciones, 2005, pp. 203-266 (ISBN 950-808-469-3) (D)

VITAGLIANO, Luís Fernando. “Elites empresariais e ALCA no Brasil: um esboço de interpretação sociológica”.Anais do 3º Congresso Latino-Americano de Ciência Política. Democracia e Desigualdades. Campinas: Unicamp/Alacip - Asociación Latinoamericana de Ciencia Política, 2006 (CD-Rom) (D)

Teses/dissertações defendidas:

BOJIKIAN, Neusa Maria Pereira. Liberalização econômica e acordos comerciais internacionais: o Brasil nas negociações do setor de serviços financeiros. Campinas: IFCH-Unicamp, jul. 2006 (Dissertação de mestrado) (D)

 

CASTRO, Luiza Carnicero de. O desenvolvimento guiado por um elemento estrangeiro: as relações entre o Banco Mundial e os países subdesenvolvidos. Campinas: IFCH-Unicamp, 28/04/2004 (Dissertação de mestrado)

 

CEPALUNI, Gabriel. O contencioso Brasil x Estados Unidos no setor farmacêutico e a licença compulsória para medicamentos contra o HIV/AIDS: regimes internacionais, atores “transnacionais” e política domésticaSão Paulo: Unesp (Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, San Tiago Dantas, da Unesp, Unicamp e PUC-SP), 22/12/2004 (Dissertação de mestrado) (D)

 

CORREA, Cristiane Sanches de Souza. Regimes de investimento direto estrangeiro no Brasil: regulação e política externa nacional. São Paulo: Unesp (Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, San Tiago Dantas, da Unesp, Unicamp e PUC-SP), set. 2007 (Dissertação de mestrado)

 

GUIMARÃES, Feliciano de Sá. A Rodada Uruguai do GATT “1986-1994” e a política externa brasileira: acordo assimétrico, coerção e coalizões. Campinas: IFCH-Unicamp, 05/08/2005 (Dissertação de mestrado) (D)

 

LEME, Alessandro André. A reforma no setor elétrico brasileiro: uma abordagem acerca de seus fundamentos e de sua nova estrutura de regulação. Campinas: IFCH-Unicamp, jun. 2007 (Tese de doutorado)

 

MENDONÇA, Filipe Almeida. Ideias e instituições: a Super 301 e o unilateralismo agressivo na política comercial norte-americana. São Paulo: Centro Universitário Ibero-Americano (Unibero), 13/12/2006 (Trabalho de conclusão do curso de graduação de Relações Internacionais) (D) Obs.: O trabalho resultou em projeto de mestrado em relações internacionais, aprovado pelo Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, San Tiago Dantas, da Unesp, Unicamp e PUC-SP, cursado em 2007

 

MENDONÇA, Filipe Almeida. Entre a teoria e a história: a política comercial dos Estados Unidos na década de 1980. São Paulo: Unesp (Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, San Tiago Dantas, da Unesp, Unicamp e PUC-SP), mar. 2009, 288p. (Dissertação de mestrado) (D)

 

NOVELLI, José Marcos Nayme. Inflação e desinflação: coalizões, conflitos e instituições no Brasil e em outros países. Campinas: IFCH-Unicamp, jun. 2007 (Tese de doutorado)

 

OLIVEIRA, Marcelo Fernandes de. Negociações comerciais internacionais e democracia no Brasil: contenciosos das patentes, do algodão e do açúcar na OMC. São Paulo: FFLCH-USP, 2005, 171p. (Tese de doutorado) (D)

 

RIBEIRO, Ricardo Alaggio. A Aliança para o Progresso e as relações Brasil-Estados Unidos. Campinas: IFCH-Unicamp, 18/12/2006 (Tese de doutorado) (D)

 

VITAGLIANO, Luís Fernando. A CEPAL no fim do milênio: a resposta aos “programas de ajuste” neoliberais.Campinas: IFCH-Unicamp, 15/09/2004 (Dissertação de mestrado) (D)

 

@ 2017 Cedec - Centro de Estudos de Cultura Contemporânea. Todos os direitos reservados