Parâmetros metodológicos para o resgate do patrimônio imaterial no Estado de São Paulo

Palavra Chave

Patrimônio Imaterial – Cultura do Trabalho – Migração – Trabalho – Cultura – Metodologia de Pesquisa – Estado de São Paulo

Equipe

José Guilherme Cantor Magnani, Leila Blass, Lúcia Maria Machado Bógus, Sylvia Leser de Mello, Terezinha Bernardo (pesquisadores); Soraia Maria do S. C. Vidal (assistente de pesquisa)

Instituições Financiadoras

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN)/Ministério da Cultura

Período de Vigência

10/1999-12/1999

Resumo

Objetivando contribuir para as estratégias e formas de proteção do patrimônio imaterial do IPHAN, o Cedec realizou um estudo que teve como preocupação fornecer parâmetros básicos para uma futura pesquisa que venha a levantar e registrar o patrimônio imaterial do Estado de São Paulo. Tomando como referência a noção de “cultura do trabalho”, o estudo apresenta indicações metodológicas sistematizadas; assume uma abordagem analítica que vai do geral ao específico; e estrutura aspectos teóricos e históricos com os metodológicos. Para tanto, problematiza o conceito de “patrimônio imaterial”; amplia a noção de “cultura do trabalho”, tendo em vista a contextualização brasileira e paulista; prioriza as relações entre migração, trabalho e cultura, dadas as condições históricas da ocupação e desenvolvimento do Estado de São Paulo; aponta linhas preliminares de pesquisas, retiradas da história e articuladas por uma série de chaves temáticas; e, ainda, detalha supostos metodológicos, diretrizes de pesquisa, unidades de estudos, etapas e instrumentos de levantamento e registro.

Relatórios de pesquisa: 

CHAIA, Miguel; COHN, Gabriel. (coords.). Parâmetros metodológicos para o resgate do patrimônio imaterial no Estado de São Paulo. São Paulo: Cedec, dez. 1999, 53p. (Relatório final) (D)

@ 2017 Cedec - Centro de Estudos de Cultura Contemporânea. Todos os direitos reservados