Pesquisas

AVALIAÇÃO DO PSF PELA POPULAÇÃO RESIDENTE EM ÁREAS METROPOLITANAS ATRAVÉS DE INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS INFORMATIZADO

Palavra Chave

PSF – Atenção Primária à Saúde – Avaliação de Serviços de Saúde – Políticas de Saúde – Metrópoles – Município de São Paulo – Município de Santo André – Município de Praia Grande

Equipe

Ana Luiza d’Ávila Viana, Domingos Alves, Maria Cecília Goi Porto Alves, Paulo Eduardo Elias, Vanessa Elias de Oliveira (até 07/05) (pesquisadores); Ademir Manerich (até 12/05), Adriana Paula de Araújo Gomes, Alexandre Silva Rezende, Eliana Zulianni Lopes,

Instituições Financiadoras

CNPq (Processo 403238/2004-8) (Auxílio à Pesquisa – APQ)

Instituições Colaboradoras

Departamento de Medicina Preventiva da FMUSP e Unisantos

Período de Vigência

01/2005-12/2006

Resumo

O PSF pode ser considerado a principal estratégia implementada pelo Ministério da Saúde (MS) para estruturação da atenção básica. No entanto, um dos constrangimentos para sua afirmação reside em ampliar a cobertura da população residente em áreas metropolitanas, notadamente nos municípios de grande porte. De modo que assume especial importância o estudo dos processos de implementação do PSF nas grandes cidades, pois é exatamente nelas que reside o aspecto crucial que permitirá esta qualificação. A pesquisa se propôs a qualificar a percepção da população usuária sobre as ações individuais, domiciliares e comunitárias realizadas pelo PSF em áreas metropolitanas, através de instrumento de coleta de dados informatizado. O referencial teórico-conceitual considerado partiu do reconhecimento da heterogeneidade da construção do espaço urbano paulista, e objetivou analisar o processo de implantação do PSF tomando por referência esta diversidade. A escolha dos Estudos de Caso articulou as dimensões da heterogeneidade da construção dos espaços metropolitanos paulistas à definição da importância adquirida pelo PSF como modalidade da atenção básica nos respectivos municípios. Esses estudos foram realizados nos seguintes municípios das regiões metropolitanas de São Paulo e da Baixada Santista: São Paulo, Santo André e Praia Grande. Devido à heterogeneidade da construção do espaço urbano paulistano, foram escolhidos dois Distritos Administrativos, sendo um com alto e outro com baixo índice de exclusão social: Vila Curuçá e Santana. Análise documental e entrevistas com atores-chave serão realizadas em cada um dos locais selecionados. Concomitantemente à elaboração do questionário aplicado no survey foi desenvolvido aplicativo para captura e exportação de dados em fichas eletrônicas. Assim, com base no arcabouço teórico e nos resultados obtidos, pretendeu-se identificar elementos que qualifiquem a implantação do PSF em regiões metropolitanas.

Relatórios de pesquisa: 

BOUSQUAT, Aylene (coord.). Avaliação do PSF pela população residente em áreas metropolitanas através de instrumento de coleta de dados informatizado. São Paulo: Cedec, mar. 2007, 231p. (Relatório final) (D)

Trabalhos Produzidos

Trabalhos produzidos:

BOUSQUAT, Aylene; GOMES, Adriana; COHN, Amélia; ELIAS, Paulo Eduardo. “Análise espacial da implantação do PSF no município de São Paulo”. Ciência & Saúde Coletiva, vol. 10, supl. 1, 2005 (ISSN 1413-8123) (CD dos Anais do III Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde)

BOUSQUAT, Aylene; ALVES, Maria Cecilia Goi Porto; ELIAS, Paulo Eduardo “Utilização do Programa de Saúde da Família em regiões metropolitanas: abordagem metodológica”. Rev. Saúde Pública, vol. 42, nº 5, 2008, pp. 903-906. Disponível em: http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034- 89102008005000044&lng=pt&nrm=iso (doi: 10.1590/S0034-89102008005000044) (ISSN 0034-8910); versão em inglês: “Utilization of the family health program in a Brazilian metropolitan region: A methodological approach”. 12th World Congress on Public Health, 2009, IstanbulAnais do 12th World Congress on Public Health, 2009

CAVICCHIOLI NETO, Virgilio; GAGLIARDI, H. F.; FURLAN, L. B.; BOUSQUAT, A.; PISA, I. T.; ALVES, D. “Uma arquitetura computacional móvel para avaliar a qualidade do sistema público de saúde na Região Metropolitana de São Paulo”. Anais do CBIS 2006 - Congresso Brasileiro de Informática em Saúde. Florianópolis, 2006

ELIAS, Paulo; GADELHA, N.; MANERICH, Ademir; GOMES, Adriana Paula de Araújo; BOUSQUAT, A.; COHN, Amélia. “Utilização dos serviços de saúde na Região Metropolitana de São Paulo: estudo em quatro municípios”. Ciência & Saúde Coletiva, 2006 (8º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva e 11º Congresso Mundial de Saúde Pública, Rio de Janeiro) (ISSN 1413-8123)

GOMES, Adriana Paula A.; COHN, Amélia; BOUSQUAT, Aylene. “Utilização de serviços de saúde em população adscrita ao PSF em áreas de exclusão socioespacial no Município de São Paulo”. II Simpósio Nacional de Geografia da Saúde e I Encontro Luso-brasileiro de Geografia da Saúde. A Geografia no contexto dos problemas de saúde. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, 2005 (CD-Rom)

GOMES, Adriana Paula A.; BOUSQUAT, Aylene. “Utilização de serviços de saúde de população adstrita ao PSF no município de Santo André, SP”. In: X Congresso Paulista de Saúde Pública, 2007, São Pedro. SUS: Diversidades, Tensões e Convergências. São Paulo: Saúde e Sociedade, vol. 16, 2007 (ISSN 0104-1290). Disponível em http://www.apsp.org.br/saudesociedade

LOPES, Eliana Zulianni; BOUSQUAT, Aylene. “A implantação do Programa de Saúde da Família no Município de Praia Grande, Região Metropolitana da Baixada Santista”. Ciência & Saúde Coletiva, vol. 10, supl. 1, 2005 (ISSN 1413-8123) (CD dos Anais do III Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde)

LOPES, Eliana Zulianni; BOUSQUAT, Aylene. “Perfil dos médicos do Programa de Saúde da Família do Município de Praia Grande, Região Metropolitana da Baixada Santista”. Ciência & Saúde Coletiva, vol. 10, supl. 1, 2005 (ISSN 1413-8123) (CD dos Anais do III Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde)

Teses/dissertações defendidas:

LOPES, Eliana Zulianni. A implantação do Programa de Saúde da Família no Município de Praia Grande, Região Metropolitana da Baixada Santista. Santos: Unisantos, 15/12/2005 (Dissertação de mestrado)

 

@ 2017 Cedec - Centro de Estudos de Cultura Contemporânea. Todos os direitos reservados