Pesquisas

Lutas sociais na Grande São Paulo: reorientação cultural e o papel das aglutinações de base da Igreja Católica no processo de conquista dos direitos básicos

Palavra Chave

Movimentos Sociais – Conflitos Sociais – Organização Popular – Direitos – Democracia – Ocupação de Terra – Trabalho – Desemprego – Igreja – Comunidades Eclesiais de Base – Região Metropolitana de São Paulo

Equipe

Hamilton de Faria, Paula Stroh

Instituições Financiadoras

Fundação Ford (Convênio 830-0221A)

Período de Vigência

01/1985-01/1987

Resumo

A pesquisa visa avaliar a ação da Igreja Católica, através das práticas de seus agentes pastorais, das Comunidades Eclesiais de Base e outras formas de organização popular dos trabalhadores católicos, na sua relação com os movimentos sociais na Grande São Paulo. Tendo como ponto de partida o início da década de 70, período de auge da repressão, o estudo no entanto tem como foco primordial de análise a década de 80, período que conjuga profunda crise econômica com vasto empenho de redemocratização do país. Neste esforço, ressalta a presença dos grupos católicos que, com a reorientação de corrente da renovação ético-religiosa da Igreja e sua contribuição para a democratização da sociedade, constituem objeto privilegiado de análise. Levando em conta a dinâmica do conflito social neste período, foram selecionadas três experiências de organização e mobilização dos trabalhadores — o movimento operário; as ocupações de terraenquanto práticas coletivas dos trabalhadores sem moradia; o movimento dos desempregados — nas quais pode ser observada a presença atuante da Igreja Católica através de seus organismos de base e de seus agentes pastorais.

Relatórios de pesquisa: 

KOWARICK, Lúcio (presid.). Projeto “Sociedade, política e democracia (Os movimentos sociais e a construção da democracia no Brasil)”. São Paulo: Cedec, jan./dez. 1985, 64p. e anexos (D)

KOWARICK, Lúcio (presid.). Projeto “Sociedade, política e democracia (Os movimentos sociais e a construção da democracia no Brasil)”. São Paulo: Cedec, jan./dez. 1986, 88p. (D)

Trabalhos Produzidos

CACCIA BAVA, Silvio. As ocupações de terra e a Igreja em São Paulo (1981-1985) . São Paulo: Cedec, 1988, 79p. (Cadernos Cedec, nº 13) (ISSN 0101-7780) (D)

KRISCHKE, Paulo J. “Problemas teóricos de las relaciones entre la Iglesia y el Estado en la crisis de 1964”.Revista Mexicana de Sociologia, México, DF, vol. 43, n° E, 1981, pp. 2043-2068; versão em português:“Problemas teóricos das relações entre a Igreja e o Estado na crise de 1964”. In: Estado, participação política e democracia. Brasília: CNPq/Anpocs, 1985, pp. 357-386 (Ciências Sociais Hoje, n° 3)(D) Versão em PDF

KRISCHKE, Paulo J. “Alienação, identidade religiosa e identidade política”. In: Malufe, José Roberto (org.).Identidade: teoria e pesquisa. São Paulo: EDUC-PUC/SP, 1985, pp. 161-168

KRISCHKE, Paulo J. “Direitos humanos no Brasil: evolução e perspectivas”. Temas IMESC, vol. 2, nº 1, jul. 1985, pp. 37-48 (D)

KRISCHKE, Paulo J. “The role of the Church in a political crisis: Brazil, 1964”. Journal of Church and State, Texas, vol. 27, n° 3, 1985, pp. 403-427

KRISCHKE, Paulo J. “Popular Church Communities and democratic change in Brazilian society”. Telos, Missouri, 1986

KRISCHKE, Paulo J.; MAINWARING, Scott (orgs.). A Igreja nas bases em tempo de transição (1974-1985) . Porto Alegre: L&PM/Cedec, 1986, 208p. (D)

KRISCHKE, Paulo J. “Movimentos sociais e transição política: contribuições da democracia de base”. In: Scherer-Warren, Ilse e Krischke, Paulo J. Uma revolução no cotidiano? Os novos movimentos sociais na América do Sul. São Paulo: Brasiliense, 1987, pp. 276-297 (D)

KRISCHKE, Paulo J.; LEITE, Airton Andrade; PORTO, Dora Nogueira; VASCONCELLOS, Eliana J. Godoy de; CAMACHO, Thimoteo (orgs.). Movimentos de bairro: dilemas e alternativas. São Paulo: EDUC, 1987, 75p.(D) Versão em PDF

KRISCHKE, Paulo J. “Carências e sujeitos sociais: uma estratégia para o seu des(en)cobrimento”. Revista Sociedade e Estado, Brasília, vol. 4, n° 2, 1989, pp. 37-58; versão em espanhol: “Necesidades y sujetos sociales”. Revista Mexicana de Sociologia, México, DF, vol. 51, n° 3, 1989, pp. 75-98

SCHERER-WARREN, Ilse; KRISCHKE, Paulo (orgs.). Uma revolução no cotidiano? Os novos movimentos sociais na América do Sul. São Paulo: Brasiliense, 1987, 297p.(D) Versão em PDF

@ 2017 Cedec - Centro de Estudos de Cultura Contemporânea. Todos os direitos reservados